A rentabilidade não bate com a taxa mostrada?

Na Nexoos você recebe repagamentos mensais quando a empresa investida paga cada uma das parcelas do empréstimo. Logo, o montante sobre o qual o juros incide vai diminuindo, pois você está recebendo um pouco de volta todos os meses.

Essa periodicidade nos pagamentos dificulta a comparação com investimentos de renda fixa tradicionais, onde todo o valor é retirado apenas no resgate, como por exemplo o CDB. Nesse caso o capital não fica "imobilizado". Na situação atual do país, na qual a SELIC tende a cair, investir na Nexoos se torna ainda mais vantajoso.

Para entender mais sobre esse ponto, leia nosso artigo sobre comparação de investimentos clicando aqui.

Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

2 Comentários

  • 1
    Avatar
    Andre Brito

    James, 

    Não ficou claro para mim esta rentabilidade.

    Fiz algumas simulações e onde o anuncio de juros eram de 42.1% a.a., as taxas efetivas, ou seja o que eu realmente receberia,  não passaram de 35.6 a.a. isso sem descontar IR e as TEDs

     

    Consegue explicar a diferença?

  • 0
    Avatar
    James Goulart

    Boa tarde André,

    Imagine que cada parcela a receber é um empréstimo diferente, porém todos esses empréstimos foram feitos para a empresa ao mesmo tempo.

    Por mais que a taxa de juros do empréstimo seja 40% ao ano por exemplo, a primeira parcela só ficou rendendo nessa taxa por 1 mês, por isso não teve "tempo" de atingir o retorno anual previsto pela taxa.


    Para atingir a taxa nominal você precisa reinvestir as parcelas conforme vai recebendo mensalmente.

    A planilha abaixo mostra em detalhes o fluxo de parcelas, desconto de IR, e cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) do investimento:

    https://drive.google.com/file/d/1MisC2VDAac5pr_qWJxmyeQbZu4s4dlYw/view?usp=sharing

     

Por favor, entre para comentar.